Biografia

Publicidade
Pub.

Esperança Mangaze

Mil e novecentos e cinquenta e sete foi um ano histórico para o mundo. Foi o ano do lançamento do primeiro satélite em órbita, o Sputnik-1, e do primeiro ser vivo para o espaço, a bordo do Sputnik 2, na União Soviética. Já na então província ultramarina portuguesa, Moçambique, um casal de camponeses decidiu abandonar o distrito de Chidenguele, em Gaza, e fixar a sua residência em Ndlavela, um bairro periférico da então capital colonial de Lourenço Marques (actual cidade de Maputo).

António Bulande Cau e Melina Meque Macoa foram para a capital com apenas uma filha, Palmira Massango. Em Lourenço Marques, geraram cinco filhos, entre os quais Esperança António Cau, a penúltima das seis, que veio ao mundo a 14 de Maio de 1965.

Aos dois meses de vida, Esperança contraiu uma infecção no ouvido, a chamada otite crónica. A sua família era economicamente pobre: para obter água, tinham de percorrer uma enorme distância; estavam a aproximadamente seis quilómetros da escola; de noite, a luz era garantida à base de instrumentos precários.

Foi naquela humilde condição que a pequena Esperança cresceu e aprendeu. Aos seus seis, sete anos já sabia fazer alguns trabalhos domésticos, como pilar e cartar água. Aliás, foi nesta fase da vida que fez a sua mãe chorar de emoção.

Num belo dia, a pequena Esperança decidiu fazer uma surpresa para a mãe. Enquanto a sua progenitora estava na machamba, a menina pegou na sua pequena latinha e foi cartar água com os vizinhos e preparou xima, que deixou dentro da casa.

Quando a mãe regressou, com o molho de lenha, ficou a saber que já não precisava ir cartar água. E quando entrou no interior da casa, foi-lhe apresentada a xima mal feita. A mãe entrou em conflito consigo mesma. Chorou de alegria, pela intenção, e ao mesmo tempo ficou preocupada porque Esperança sofria de otite. Contudo, foi a partir daquele momento que começou a inteirar-se mais sobre as lidas de uma casa.

Apesar de não ter ido à escola, Melina Macoa era severa e jurou que os seus filhos tinham de ser diferentes dela e que tinham de formar-se.

Assim, aos sete, oito anos de idade, Esperança teve de começar a percorrer cerca de seis quilómetros a pé para chegar à escola, durante todos dias úteis da semana.

Na passagem da infância para a adolescência, Esperança começou a conhecer a cidade. Das poucas vezes que era levada para lá, viu uma realidade totalmente diferente da sua: tudo bonito, água saía da torneira, e quando anoitecesse era só ligar um botão e tudo ficava claro. Ela ficava fascinada com aquilo. O cenário do bairro do Infulene, onde está localizado o mítico Estádio da Machava, cultivou nela o desejo de querer sair da tortura da pobreza. E a mãe dizia-lhe que era possível, desde que ela e os seus irmãos estudassem bastante.

Depois do ensino primário, Esperança deu continuidade aos estudos na Escola Secundária Estrela Vermelha (1978-80), na cidade de Maputo. Durante os dois anos, viveu num internato por falta de condições financeiras para voltar todos dias para casa. Concluído o ensíno geral com sucesso, a adolescente entrou para a Escola Industrial da Matola, onde entre 1981 e 1983, cursou Electricidade Industrial, e foi uma das melhores alunas na época. Foi seleccionada para ir fazer o ensíno médio no Instituto Industrial Pedagógico, em Nampula.

Partida para Nampula

Aos 19 anos de idade, foi para província de Nampula. Na altura, Moçambique já tinha conquistado a Independência do regime colonial português, mas estava a atravessar uma guerra civil. O facto deixou a mãe preocupada, porque em Nampula, Esperança não tinha nenhum familiar. Ademais, sofria de otite. Entretanto, a jovem conseguiu convencer a mãe e, entre 1984 e 1986, fez com sucesso o curso de electrotecnia, na especialidade de correntes fortes, com boas notas.

Esperança ainda queria estudar. Tomou conhecimento sobre a oportunidade de uma bolsa para o Brasil e/ou Índia. Com a intenção de obter a bolsa entra para a empresa Caminhos de Ferro de Nampula. No entanto, apaixonou-se pelo jovem Mário Fumo Bartolomeu Mangaze, que fê-la esquecer a bolsa de estudo.

Entrada para o mundo empresarial

Em 1988, pouco tempo depois de o conhecer, Mário Mangaze é nomeado Presidente do Tribunal Supremo, e juntamente com Esperança foram morar em Maputo, onde a 2 de Setembro de 1989, casaram-se. E iniciou o mundo da jovem como Esperança Mangaze.

Depois do casamento, passaram a morar numa casa espaçosa. Mas, eles não tinham dinheiro para mobilar a residência. Por exemplo, na sala só tinha um “cadeirão” de três lugares e uma mesa. Então, Esperança decidiu preencher os cantos da casa com o verde e assim ganhou o gosto por multiplicar plantas.

Mais tarde a multiplicação de plantas começou a acontecer no quintal. E num belo dia, Mário Mangaze perguntou: “se tu tens jeito para tratar plantas, porque não transformas isso num negócio?” A esposa hesitou.

Depois mudaram de residência para a actual. Vendo que a esposa continuava a hesitar, o marido pegou nela e foram juntos comprar uma bomba e um rolo de estufa para proteger as plantas. Assim, Esperança apercebeu-se que podia ir longe.

Em 1990, conseguiram obter um terreno na Matola, actual “Folha Verde”, e assim tornou-se empresária. As plantas passaram a ser o seu mundo das maravilhas. E ela mesma encarregou-se de formar os seus funcionários. Dois anos mais tarde, a doença que lhe apoquentava desde os seus primeiros dois meses de vida passou.

Actualmente, Esperança Mangaze é engenheira informática, mãe de um casal, e uma das empresárias de maior referência nacional e é, também, reconhecida internacionalmente. Para além de ser proprietária da “Folha Verde” - que se dedica à floricultura, organização e ornamentação de eventos –, abraçou em 2013, o negócio de restauração, abrindo o espaço Melina, e tem, ainda, a revista “Noivas e Eventos”. Os empreendimentos referidos já criaram cerca de 100 postos de trabalho.

Prémios

World Quality Commitment – Diamante – Londres, Inglaterra (2015)

World Quality Commitment – Platina – Paris, França (2014)

Best Quality Leadership Award – Las Vegas, EUA (2014)

Arch Of Europe Tecnology Quality Award – Alemanha, Frankfurt (2013)

PMR Africa (Categoria de Diamante) - 2014

PMR Africa (Categoria de Ouro) - 2013

PMR Africa (Categoria de Diamante) – 2008

Referências Bibliográficas

“a família é meu alicerce”. ÍDOLO [cidade de Maputo] Fevereiro de 2011: pag. 23-30. Impresso.

FILIPE, Segelina. “... apaixonei-me em Nampula e foi lá onde começou o meu mundo como Esperança Mangaze...”. Acessado a: 24/04/2016.

O País. Esperança Mangaze exaltada pelo papel social. Acessado a: 24/04/2016.

PANGUANE, Sílvia. Esperança Mangaze. Acessado a: 24/04/2016.

Jornal Domingo. Esperança Mangaze cinquentenária. Acessado a: 24/04/2016.

Comentários   

0 # Esperança MangazeMaria Amanda 13-04-2017 19:34
é bacana ѕaber qᥙe ainda existem գue elaboram
materiais рara auxiliar outras ρessoas. Meus parabéns

Sinta sе livre рara surfe mеu webpage : comߋ fazеr um
projeto ⅾe mestrado: http://www.armazemdoebook.com.br
Responder

Comentar

Código de segurança
Atualizar

Pub.
Pub.
Publicidade
Publicidade

Publicidade

ITL está recrutar professores

DIRECÇÃO GERAL DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS ASSUNTO: Concurso Público nº 202/930/DG-ITL/DA-RH/2017 O Instituto Técnico Lugenda (ITL) é uma Instituição de ensino Técnico-Profissional, com Sede na Beira, Av, Samora Machel, nº 3160, bairro Maquinino, cidade da Beira, que tem como principal tarefa a Formação de profissionais de saúde de nível médio.

Passos para ser Assinante

Sinta-se cumprimentado! Meu nome é Líria Celeste, Directora do Departamento de Gestão de Usuários da Revista Biografia – Premium (GUP). Venho explicar para você como tornar-se Assinante da Revista Biografia, subscrevendo-se pelo método de pagamento Depósito, Transferência Bancária | M-pesa | ou Conta móvel. Veja como é fácil:

Desconto de 2000 meticais no curso de culinária

A Escola de Culinária “Arte & Profissão” Tia Rosa está a oferecer um desconto de 2000 meticais no curso de culinária, para quem se matricular até o dia 20 de Agosto corrente.

Newsletter Biográfica

Seja o primeiro a saber: receba textos biográficos gratuitamente no seu email
Pub.
Pub.
Pub.

Seja Nosso Amigo no Facebook

Audiência

641124
Hoje
Ontem
Esta semana
Última semana
Este mês
Último mês
Desde 1/4/2016
1999
1753
6360
502283
72159
80507
641124

Seu IP: 54.198.247.44
Server Time: 2017-09-26 20:12:54
Pub.
Pub.
Pub.
Pub.
Pub.

Showcases

Background Image

Header Color

:

Content Color

: