Publicidade
Pub.

Curtas notas biográficas de Glória Muianga

Glória Américo Fungate Muianga nasceu na cidade de Maputo, a 1 de Fevereiro de 1951. Aos seis anos de idade tornou-se órfã de mãe, numa altura em que a sua irmã mais nova, entre cinco, tinha alguns dias de vida.

O seu pai, que era electricista de uma unidade sanitária, teve de educar as cinco meninas, menores de idade. Para tal, contou com ajuda de algumas freiras da enfermaria na qual trabalhava e familiares que cuidaram da mais nova. As mais velhas foram inscritas num colégio destinado a pessoas desfavorecidas.

Naquele colégio, o tratamento não era dos melhores, o que fez com que sua avó as retirasse. O seu pai conseguiu, mais tarde, vagas na Casa de Educação da Munhuana. A instituição só admitia crianças com uma certa idade. Isso obrigou as meninas a esperarem pela irmã mais nova adquirir alguns “anintos”. E depois foram todas para o centro.

Foi naquela Casa, que albergava crianças de todas as raças e estratos sociais, onde Glória Muianga teve a sua instrução. Na Munhuana, aprendeu algumas tarefas domésticas e actividades como teatro, canto e a tocar alguns instrumentos musicais.

“Passámos mal, isoladas e longe da família. Mas isso ajudou-me. Hoje sou a pessoa que sou e sei fazer um pouco de tudo. Quase todas as minhas ex-colegas do colégio são pessoas com uma postura batalhadora e abertas a aprender, graças à educação que recebemos”.

Glória trabalhou como administrativa, foi aspirante na função pública e, mais tarde, foi funcionária numa biblioteca na Universidade de Lourenço Marques (actual Universidade Eduardo Mondlane). Com o golpe de Estado em Portugal, a 25 de Abril de 1974, tornou-se possível mudar de emprego e Glória por acaso foi parar na Rádio Moçambique (RM), muito longe de pensar que tinha jeito para ser locutora.

Na RM, por causa dos turnos, viu-se obrigada a interromper os seus estudos e começou a dedicar-se apenas ao trabalho, numa época em que se vivia a euforia da Independência e uma nova experiência. “Deixámos os estudos e dedicámo-nos à revolução e à própria rádio”.

Vinte anos depois, voltou para a escola por via do Instituto Comercial, onde se formou em Contabilidade. Mas não chegou a abraçar aquele ramo. Recebeu alguns convites, mas preferiu ficar na rádio por ser a profissão que melhor sabe fazer.

A primeira vez

Chegou à RM como administrativa, numa altura em que se exigia muito dos jovens, uma vez que grande parte dos profissionais havia deixado o país e era necessário preencher as vagas existentes.

Nos primeiros dias mandaram-lhe escrever um texto sobre a Independência de Moçambique. Escreveu tudo que sabia. Disseram-lhe para ir ao estúdio ler o que havia escrito. Apesar de, na altura, não achar a sua voz adequada, meteu-se no estúdio e fez a prova. Quando saiu da cabina sentiu uma boa sensação do teste e decidiu que queria ser locutora para o resto da vida.

Passados alguns dias, saíram os resultados e ela tinha sido aprovada para estagiar. O tempo de aprendizagem era muito longo, porque tinha de se seguir os passos dos mais velhos nos primeiros seis meses, só depois é que se faziam as gravações no estúdio.

Glória passava praticamente os dias na rádio, não tinha horas para entrar e muito menos para sair. Mas pouco importava, ela tinha sede de aprender.

Depois, destacou-se com o programa radiofónico “Uma Data na História”, que contava história sobre os países e acontecimentos no mundo. Os assuntos pouco diziam respeito à Moçambique, porque o país acabava de se tornar independente e a informação era escassa. Apesar das dificuldades, trabalhavam com as informações de que dispunham e, paulatinamente, foram fazendo um acervo com informação e música sobre a realidade moçambicana.

Nas datas mais importantes do país, a RM tinha de estar na vanguarda. E, consequentemente, ela também. Era sempre a “vítima”: “Glória vai para ali e acolá”. Foi, também, destacada para apresentar sessões de gala quando havia visita presidencial. Foi uma actividade que teve de aprender praticando, e com ajuda de ministros, porque não havia escolas para ensinar a apresentar, e o Presidente Samora Machel era muito exigente.

Mãe de dois filhos (agora casados), um dos quais o ex-futebolista internacional e da Selecção Nacional, Mano-Mano. A locutora tem uma carreira que se confunde com os anos da Independência de Moçambique e é conhecida como a mulher de voz bela e melodiosa. A sua voz é das mais reconhecidas no país. Quem vive em Moçambique convive com ela todos os dias, afinal de contas quem durante uma chamada telefónica nunca ouviu frases como: “neste momento, não é possível estabelecer a ligação que deseja”; ou “o seu crédito é insuficiente para realizar a chamada. Por favor, recarregue o seu cartão”.

Comentar

Código de segurança
Atualizar

Pub.
Pub.
Publicidade
Publicidade

Publicidade

ITL está recrutar professores efectivos

DIRECÇÃO GERAL DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS ASSUNTO: Concurso Público nº 202/930/DG-ITL/DA-RH/2017 O Instituto Técnico Lugenda (ITL) é uma Instituição de ensino Técnico-Profissional, com Sede na Beira, Av, Samora Machel, nº 3160, bairro Maquinino, cidade da Beira, que tem como principal tarefa a Formação de profissionais de saúde de nível médio. Considerando que as Escolas Técnicas de Saúde do ITL, existentes não têm o quadro de docentes efectivos preenchido, pretendem, para o efeito, recrutar professores efectivos (a tempo inteiro) de nível superior, médio especializados à formação psicopedagógica e poderão concorrer todos aqueles que reúnem os requisitos abaixo mencionados. ESPECIALIDADES Quadro de vagas de docentes efectivos existentes por cada escola CURSOS LECCIONADOS ESPECIALIDADES VAGAS ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DA BEIRA Enfermagem Geral Licenciado em Enfermagem 2 Enf. Geral Especializado em ensino 2 Enf. Geral Recém-graduado 4 Enfermagem SMI Enfermaira Licenciada em SMI 2 SMI Especializada em Ensino 2 SMI Recém-graduado 4 Técnicos da Medicina Geral Licenciado em Medicina 2 TMG Especializado em Ensino 2 TMG Recém-graduado 4 Técnicos de Medicina Pre- Ventiva Licenciado em Saúde Pública 2 Médico Licenciado em Saúde Pública 2 TMP especializado em Ensino 2 TMP Recém-graduado 4 Técnicos da Farmácia Licenciado em Farmácia 2 Téc. Farmácia Especializado em Ensino 2 Téc. Farmácia Recém-graduado 4 ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DA QUELIMANE Enfermagem Geral Licenciado em Enfermagem 2 Enf. Geral Especializado em ensino 2 Enf. Geral Recém-graduado 4 Enfermagem SMI Enfermaira Licenciada em SMI 2 SMI Especializada em Ensino 2 SMI Recém-graduado 4 Técnicos da Medicina Geral Licenciado em Medicina 2 TMG Especializado em Ensino 2 TMG Recém-graduado 4 Técnicos de Medicina Pre- Ventiva Licenciado em Saúde Pública 2 Médico Licenciado em Saúde Pública 2 TMP especializado em Ensino 2 TMP Recém-graduado 4 Técnicos da Farmácia Licenciado em Farmácia 2 Téc. Farmácia Especializado em Ensino 2 Téc. Farmácia Recém-graduado 4 ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DA NAMPULA Enfermagem Geral Licenciado em Enfermagem 2 Enf. Geral Especializado em ensino 2 Enf. Geral Recém-graduado 4 Enfermagem SMI Enfermaira Licenciada em SMI 2 SMI Especializada em Ensino 2 SMI Recém-graduado 4 Técnicos da Medicina Geral Licenciado em Medicina 2 TMG Especializado em Ensino 2 TMG Recém-graduado 4 Técnicos de Medicina Pre- Ventiva Licenciado em Saúde Pública 2 Médico Licenciado em Saúde Pública 2 TMP especializado em Ensino 2 TMP Recém-graduado 4 Técnicos da Farmácia Licenciado em Farmácia 2 Téc. Farmácia Especializado em Ensino 2 Téc. Farmácia Recém-graduado 4 ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DA MATOLA Enfermagem Geral Licenciado em Enfermagem 2 Enf. Geral Especializado em ensino 2 Enf. Geral Recém-graduado 4 Enfermagem SMI Enfermaira Licenciada em SMI 2 SMI Especializada em Ensino 2 SMI Recém-graduado 4 Técnicos da Medicina Geral Licenciado em Medicina 2 TMG Especializado em Ensino 2 TMG Recém-graduado 4 Técnicos de Medicina Pre- Ventiva Licenciado em Saúde Pública 2 Médico Licenciado em Saúde Pública 2 TMP especializado em Ensino 2 TMP Recém-graduado 4 Técnicos da Farmácia Licenciado em Farmácia 2 Téc. Farmácia Especializado em Ensino 2 Téc. Farmácia Recém-graduado 4 REQUISITOS EXIGIDOS Os candidatos interessados poderão enviar as suas cartas de Manifestação de interesse dirigida ao Director Geral do Instituto Técnico Lugenda (ITL), com os seguintes documentos: Fotocópia de B.I autenticado Certificado de qualificação e Curriculum Vitae, para o correio electrónico ou físico entregue na Direcção Geral. ENDEREÇOS Instituto Técnico Lugenda, Direcção Geral, bairro de Maquinino Av. Samora Machel, nº 3160, Tel. +258 875 060 521, e-mail: \n Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou \n Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e Website: www.ITL.ac.mz. NB: Serão contactados apenas candidatos que forem apurados Beira, a 01 de Julho de 2017 O DIRECTOR-GERAL, INTERENO (Dr. Domingos Coimbra)

Passos para ser Assinante

Sinta-se cumprimentado! Meu nome é Líria Celeste, Directora do Departamento de Gestão de Usuários da Revista Biografia – Premium (GUP). Venho explicar para você como tornar-se Assinante da Revista Biografia, subscrevendo-se pelo método de pagamento Depósito, Transferência Bancária | M-pesa | ou Conta móvel. Veja como é fácil:

Desconto de 2000 meticais no curso de culinária

A Escola de Culinária “Arte & Profissão” Tia Rosa está a oferecer um desconto de 2000 meticais no curso de culinária, para quem se matricular até o dia 20 de Agosto corrente.

Newsletter Biográfica

Seja o primeiro a saber: receba textos biográficos gratuitamente no seu email
Pub.
Pub.
Pub.

Seja Nosso Amigo no Facebook

Audiência

535901
Hoje
Ontem
Esta semana
Última semana
Este mês
Último mês
Desde 1/04/2016
260
2550
16017
391136
47443
78634
535901

Seu IP: 54.166.153.192
Server Time: 2017-08-19 03:50:47
Pub.
Pub.
Pub.
Pub.
Pub.

Showcases

Background Image

Header Color

:

Content Color

: